Multifacetada Recoleta

Recoleta não é apénas um bairro. É um lugar que tem conseguido conjugar um coquetel de atrações que fazem destino obrigatório na hóra de conhecer Buenos Aires. Multifacetada.
Seu conhecido cemitério

O Cemiterio da Recoleta, localizado entre as ruas Quintana, Vicente López, Junín e Azcuénaga, é um dos lugares turísticos mais visitados da cidade de Buenos Aires.

Virou um cemitério em 1822, antes tinha sido o horto dos monges recoletos. Sua atração principal reside na quantidade de personalidades históricas e artísticas cujos restos descansam atrás das suas portas, assim como também na qualidade artística dos monumentos e das tumbas que estão aí.

Nesse notável cemitério descansam figuras que ainda depois de uma vida inteira continuam despertando ódio e admiração nos seus visitantes. Desde Facundo Quiroga, Juan Manuel de Rosas ou Domingo Faustino Sarmiento, até María Eva Duarte de Perón, mais conhecida como Evita. Entre as tumbas mais conhecidas, também está a do lembrado catch
Martín Karadagian, amado pelas crianças de várias gerações, e a atriz Zully Moreno, conhecida popularmente como a dama dos telefones brancos.
  • Seu conhecido cemitério

    Seu conhecido cemitério

  • Um coquetel de atrações

    Um coquetel de atrações

  • Praça França

    Praça França

  • Um passeio tranquilo através de Recoleta

    Um passeio tranquilo através de Recoleta

  • Nossa Senhora do Pilar

    Nossa Senhora do Pilar

Junto ao cemitério, está a basílica Nuestra Señora del Pilar (Nossa Senhora do Pilar), inaugurada em 1732 e declarada Monumento Histórico Nacional em 1942. Essa Basílica está em atividade e pode ser visitada em qualquer momento. Possui no seu interior um pequeno museu onde podem apreciar-se diversos elementos de culto originário dos monges recoletos.

Praça França, de tudo para todos

O monumento chamado de “França à Argentina”, localizado no centro da praça França, da o nome a esse lugar característico da nossa cidade. Mas Praça França tem adquirido autonomía ao longo dos anos e tem virado uma atração turística dos finais de semana.

O passeio de artesanato é um dos mais extensos da nossa cidade. Percorrendo as pequenas ruas de barracas fixas ou improvisadas da praça podemos comprar diversos produtos artesanais que vão desde o couro até aneis e colares, passando pela roupa de desenho exclusivo e os incensos artesanais com diferentes cheiros. Estátuas viventes, mímicos, malabaristas e dançarines de tango desdobram as suas artes à vista dos transeúntes, para depois passar o chapéu em troca do show oferecido.

Além de ser um bonito e enorme prédio arquitetonicamente digno de ser percorrido, o Centro Cultural Recoleta oferece diversas atividades de interesse geral. Conta com salas para exposições de pintura, desenho e escultura, assim como também com salas de teatro e outras equipadas para a produção musical.

Dentro dele podem se visitar o museu participativo de ciências “Prohibido no tocar” (Proibido não tocar), uma iniciativa educativa orientada a gerar experiências ativas com a ciência tanto para os mais pequenos quanto para os adultos. A idéia dessa proposta é fomentar a liberdade de jogo e reflexão através de uma recreação interativa com experiências que tem a ver com a natureza, a percepção, a electricidade e o magnetismo.

Belas artes e vanguardas…

Ingressar no Museo Nacional de Bellas Artes é mais uma alternativa. O imponente prédio convida a fazer um silêncio quase místico que é aspirado ao longo das suas 32 salas. É um silêncio de admiração com a numerosa quantidade de obras artísticas que estão exibidas, tanto temporais quanto permanentes. No seu piso térreo é possível apreciar um extenso panorama do arte ocidental, desde a Idade Média até a atualidade, e no primeiro andar encontramos salas que mostram a qualidade em extraordinárias peças do arte argentino.

As vanguardas e o modernismo encontram dentro de Buenos Aires Disegn seu próprio espaço. Diversas alternativas comerciais acompanham as novas tendências do mercado, entanto que as suas espetaculares varandas oferecem a possibilidade de observar, como se abríssemos uma janela, os diferentes recantos da Praça França e o charme da Recoleta inteira.

A Recoleta também não podiam faltar os típicos cafés, entre os que destaca-se “La Biela” que, com as mesas na calçada, deixa apreciar o esplendor da praça em companhia de um bom café ou chá, quando o relógio marca as 5.

Sugestões:

Visitas ao Cemitério
As visitas guiadas gratuitas são de terça a domingo às 11 e às 15 hóras. As visitas guiadas em inglês, gratuitas também, são as terças e quintas às 11 hóras. Em elas é possível apreciar o passeio e visitar o cemitério, além de acessar à história do lugar e as suas legendas.

O Centro Cultural Recoleta
O Centro Cultural fica aberto ao público de terça a sexta das 14 às 21 hóras e aos sábados, domingos e feriados das 10 às 21 hóras.

Museu Proibido Não Tocar
Durante as férias, o museu funciona de terça a domingo, incluindo os feriados, das 15.30 às 19.30hr. Na época de aulas os horários são de terça a sexta das 10 às 17 hóras e aos sábados, domingos e feriados das 15.30 às 19.30hr.

Museu Nacional de Belas Artes
As visitas guiadas são de terça a domingo, com os seguintes horários de acordo às distintas temáticas: Tesouros do MNBA, 16hr: Arte Argentino, 17hr; Arte Européu (Arte figurativa e abstracto no patrimônio do MNBA), 18hr. Também as crianças e os não videntes podem desfrutar do museu realizando visitas guiadas especialmente pensadas para eles. Fone: (011)4803-4062.
Leia passeio completo...Pablo Etchevers / Pablo Etchevers

Dados úteis

Tipo de tour: Contemplativo


Welcome Argentina - O que fazer em Cidade de Buenos Aires?

© 2003-2019 Proibida sua reprodução total ou parcial. Derechos de Autor 675246 Ley 11723