Museu de Arte Hispano-americano Isaac Fernández Blanco

Alojada numa casa que vale a pena visitar, a coletânea do Museu de Arte Hispano-americano Isaac Fernández Blanco mostra um mundo não tão distante.
A pesar de que o cimento cada vez parece mais disposto a devorar tudo, cada pouco encontramos em Buenos Aires um espaço pelo que entra um pouco do que era a cidade antes de ser o que hoje é. No bairro de Retiro encontra-se a que alguma vez fosse a casa de Martin Noel, que alberga o Museu de Arte Hispano-americano Isaac Fernández Blanco.

Então como agora

A primeira coisa que surpreendeu no ingresso ao museu foi um dos cartazes que explicavam a história de Martin Noel, o arquiteto argentino que construiu a casa que alberga. Há cem anos, como agora, o problema da influência estrangeira sobre a cultura do pais era muito notável e gerou um movimento de revalorização das raíces que produz, entre muitas obras, o prédio no que estávamos ingressando.

A Argentina nasceu como colônia e desde o seu nascimento como pais o tema da sua identidade cultural tem sido conflituoso. A partir da década de 1880 começou a invadir a cidade um forte gosto pela cultura francesa (que podemos ver ainda nas construções da época), frente ao que reagiu o “primeiro nacionalismo” na década de 1910, impulsionado por figuras do mundo literário e cultural. Um dos propulsores acadêmicos mais importantes foi Martin Noel, quem, em consonância com essas idéias, inaugurou em 1922 sua casa como revalorização das raíces hispano-americanas da Argentina.
  • Numa casa que vale a pena visitar

    Numa casa que vale a pena visitar

  • Um pouco do que era a cidade antes de ser o que hoje é

    Um pouco do que era a cidade antes de ser o que hoje é

  • O estilo neo-colonial

    O estilo neo-colonial

  • A casa e o seu jardim falam

    A casa e o seu jardim falam

  • Palácio Noel

    Palácio Noel

A casa e o seu jardim falam

O estilo neo-colonial da casa pode se apreciar inclusive antes de ter atravessado a primeira porta. As influências espanholas e, segundo soubemos, peruanas invadem. Dentro, o amplo jardim (quase ilógico se pensamos que estávamos a poucas cuadras de Retiro) de claras notas mouriscas parece um presente que o passado (e o museu) souberam cuidar.
Mas, com tudo, ainda não tínhamos ingressado ao museu própriamente. Dentro dele esperavam muitas coisas mais.

A arte e a vida

A arte hispano-americana que aquele primeiro nacionalismo decidiu reivindicar como fonte da identidade argentina teve sempre um caráter muito marcado pelo religioso. Grande parte da coletânea do museo está composta por imágens piedosas (pinturas de retábulos, esculturas para os altares, medalhas e imágens da Virgem) e objetos litúrgicos.

Outra das catacterísticas da coletânea e da arte exibida é que em geral os objetos tem uma função prática. Os cuadros são para um altar, tem mobiliário, portas, lámpadas, prataria e sofás.

A vida de então

Tudo no museu está em perfeito estado de conservação e o ambiênte está tão bem planejado que ao atravessar seu umbral não nos sentimos num lugar estranho que exhibe uma coletânea, nos sentimos dentro de outros tempos.

Uma das experiências mais particulares que oferece o Museu Isaac Fernández Blanco são os diferentes ambiêntes da casa nos que mostra-se o mobiliário e diferentes objetos cotidianos de distintas épocas. Tudo está disposto como era então. Só temos acesso a uma pequena parte do ambiênte e por três lados estamos rodeiados de um vidro, mas por uns minutos nos sentimos práticamente como se tivessemos ingressado num cuarto do século XVIII.

A vasta coletânea que é exibida no Palácio Noel é uma grande aventura de detalhes. Mesmo tratándose de uma tradição que, como diziam os nacionalistas, está na raíz da Argentina, a muito pode resultar alheia. Uma excelênte oportunidade de (re) descobrir.
Leia passeio completo... Marcos Rodríguez / Gentileza Buenos Aires Gob.Ar

Dados úteis

Tipo de tour: Museus

A considerar: Além da amostra permanente, o museu conta com amostras temporárias. Consultar. Realizam-se visitas guiadas e cursos.

Contato

De Arte Hispanoamericano
Suipacha 1422, , Ciudad de Buenos Aires, Ciudad de Buenos Aires
Tel: +54 11-43270272
E-mail


Welcome Argentina - O que fazer em Cidade de Buenos Aires?

© 2003-2020 Proibida sua reprodução total ou parcial. Derechos de Autor 675246 Ley 11723